Notícias

Museu Nacional - RJ


 

Sobre o incêndio do Museu Nacional no Rio de Janeiro, o que perdemos?   

 

 Perdemos algo além do valor de mercado, que é o que queremos referente ao patrimônio. Todo patrimônio evoca memórias. Cada passado teve o seu presente e só existe a possibilidade de ser conhecido, e até mesmo de se dialogar entre dimensões temporais, a partir da preservação do passado. O passado existe enquanto memória, mas o presente, de posse da materialidade do passado, abriga várias temporalidades. Perder tantos acervos, de uma só vez, significa não mais resignificar experiências, não mais dialogar com o passado, não ter mais como voltar no tempo. A  Museologia Social trata da participação da sociedade, a partir do que está guardando num Museu, com o objetivo de que ela se reconheça naqueles objetos. O Museu é um espaço que nos permite conversar com diferentes passados, ou melhor, é pratica da partilha da memória. É papel do historiador, mediar o processo de reconhecimento do passado. E infelizmente, neste momento, registrar tamanha perda nacional, e imaterial.   ...

Ler mais »

Há dentro de mim / nós uma paisagem


Há dentro de mim / nós uma paisagem

 

A exposição coletiva Há dentro de mim / nós uma paisagem, cujo título é inspirado num verso da poeta Adélia Prado, é uma iniciativa do Sindicato dos Artistas Plásticos Profissionais do Estado de Minas Gerias, SIAPEMG em parceria com a Fundação Cultural dos Profissionais da Educação de Minas Gerais, FCPEMG e tem por objetivo apresentar um recorte representativo dos artistas filiados a esta instituição.

Treze artistas exibem sua produção recente, na qual tendências, técnicas e suportes variados convergem para promover a intersecção das obras. São eles: Creusa Neves, Décio Rocha, Dmitrius Cotta, Eliane T. Guedes, Evanice Schmidt, Gislaine Moura, Ivânio Cristelli, Manoel Francisco Lopes de Faria, Mauro Silper, Vanice Ayres Leite, Vera Freitas, Vulmar Santos e Wander Lara. A composição resulta em uma paisagem mesclada, entre urbana e natural, impregnada de memórias, afetividades, denúncias, sensações e alertas à devastação da natureza.

O diálogo entre as obras da mostra se articula com base na construção da paisagem particular de cada artista que se desloca ...

Ler mais »

Do Primitivismo ao Lirismo - Aneto


Galeria de Arte da Fundação Cultural FCPEMG apresenta a exposição 

Do Primitivismo ao Lirismo

Aneto

Abertura: 11 de maio, quinta-feira, às 19 h - até 30 de junho de 2017  

A exposição Do Primitivismo ao Lirismo procura delinear o  percurso, a abnegação e a superação de Aneto em sua vida pessoal e artística. O artista, reconhecido como fiel discípulo de Guignard, apresenta 30 obras em técnicas e formatos diferenciados, que abrangem sua trajetória artística, influenciada por suas origens e vivências, refletidas em quase oito décadas de pintura. A curadoria da mostra é assinada em conjunto por  Paulo da Terra Caldeira e Cristina Fonseca.  A Galeria de Arte da ...

Ler mais »